O QUE ROLOU? AULA SOBRE INVESTIGAÇÃO SOCIAL

E aí, candidato. Tudo bem? Como está sendo a preparação para o Concurso de Soldado PM? Ou você está se preparando para o Concurso de Aluno-Oficial do Barro Branco? Seja qual for o Concurso escolhido, é necessário que você se prepare, se dedique e se esforce. Pois como o Palestrante Ligieri, diretor do Curso Palestra Gratuita, sempre afirma: Quem faz bem feito, só faz uma vez!

Ontem, dia 08 de janeiro de 2019, tivemos uma aula gratuita em uma das nossas unidades, onde abordamos a Investigação Social, com espaço para os nossos candidatos fazerem perguntas e resolverem suas dúvidas.

nvestigação-social-pm-concurso-pm

No início da Aula Gratuita, Ligieri trouxe algumas informações que podem te ajudar a se organizar melhor e a se motivar, pois sabemos a importância de se manter motivado, é isso que te dará forças nos dias difíceis quando parecer que nada vai dar certo.

Sair da sua zona de conforto foi algo muito ressaltado, pois diversas vezes podemos pensar “É muito difícil.”, “Não irei conseguir.” e “Existem pessoas mais inteligentes que eu!” E é aí que erramos. Pois, primeiro: Não é o candidato mais inteligente que tomará posse, e sim o candidato mais bem preparado. Segundo, se manter na zona de conforto, sem querer se esforçar - pois acha que não irá conseguir - não irá te levar a lugar algum.

Saber abrir mão das diversões passageiras também foi algo dito, pois ir para balada, perder horas falando no WhatsApp, redes sociais e rodas de conversa dispensáveis não irão garantir o seu preparo. Sabemos que relaxar é muito necessário, mas temos que saber dosar isso. Você já ouviu que tudo em excesso faz mal? Só relaxar e descansar não irá te preparar para o Concurso PM.

concurso-pm-investigação-social-pm

No início da Aula Gratuita, tivemos a presença do Coronel PM Telhada, ex-Comandante da ROTA e atual Deputado Estadual, onde falou um pouco com os candidatos e contou um pouco sobre sua história na PMESP, foi uma super visita, onde todos ficaram surpresos e muito contentes. O Palestrante da aula, Ligieri, ressaltou algumas informações que podem te ajudar a se organizar melhor e a se motivar, pois sabemos a importância de se manter motivado, é isso que te dará forças nos dias difíceis quando parecer que nada vai dar certo.

  • O Edital do Concurso já prevê o número de candidatos que serão convocados para a próxima Fase. No caso do concurso PM, o Edital já diz qual será o número de convocados para o TAF.
  • A convocação ocorre de acordo com a classificação. Por exemplo, o Edital do Concurso Soldado PM nº DP-2/321/18 diz que apenas os 17.200 melhores classificados serão convocados.

Entretanto, muitos candidatos se confundem com a convocação, classificação e aprovação. O Edital diz que para o candidato ser considerado habilitado para a próxima Fase ele deve acertar, no mínimo, 30 questões.

Acertando esse mínimo, o candidato garante que sua redação seja corrigida. A nota da redação se da em uma escala de 0 a 40. E para o candidato ser considerado habilitado ele precisa obter no mínimo 20 pontos. com essa informação, é muito comum que os candidatos achem que para ser aprovado e convocado ele precise apenas acertar 30 questões e conseguir 20 pontos na redação, mas isso não garante a classificação!

O que possibilita grandes chances do candidato ser convocado é: ter o maior número de acertos na prova e o maior número de pontos na redação. E através dessa pontuação elevada é que o candidato será bem classificado, e consequentemente convocado!

Agora partindo direto para as perguntas feitas sobre a Investigação Social, uma das questões feitas com frequência foi em relação a conduta de trânsito: multas, cassação, acidentes, suspensões e etc.

investigação-social-concurso-pm

TRÂNSITO

Multas reprovam? DEPENDE – Frequências e a gravidade da multa é quem dirá que se você será reprovado. Você costuma tomar multas frequentemente? Suas multas são graves? É preciso verificar sua conduta, pois a PM seleciona pessoas com uma conduta exemplar, que não infrinja regras e normas.

Acidentes de trânsito? DEPENDE – Muito dos casos irão se assemelhar com o exemplo dado acima, tudo irá depender da sua conduta! Você provocou o acidente? Você estava sob efeito de entorpecentes?  Estava com a CNH vencida, ou ainda, estava embriagado ao volante? Tudo isso são fatores que levam um candidato a ser reprovado. Caso seja a vítima, ou se envolveu em um acidente, mas não foi você que cometeu o erro, isso não será motivos de problemas.

CNH suspensa/cassada? DEPENDE – Quando sua CNH está cassada ou suspensa é porque você já cometeu inúmeras infrações, então possivelmente a polícia julgará que você não é uma pessoa que costuma seguir regras e isso será um fator que irá tirar “alguns pontos” em relação a aprovação, mas tudo isso depende também de outros fatores, é uma soma dos motivos da sua investigação.

Mas minha CNH foi suspensa/cassada a anos atrás, e hoje estou regularizado – A polícia irá levar isso em conta, irá avaliar os motivos pelo qual ela foi suspensa/cassada e irá verificar se você mudou sua conduta, e se hoje você está consciente e se tornou uma pessoa responsável.

EMPREGOS

Estou processando meu antigo emprego – A PM não é muito criteriosa em relação a isso, você tem o direito de abrir alguma ação judicial contra seu antigo emprego. Aliás é literalmente um direito seu, desde que realmente tenha razão. Concordam?

Mal comportamento no serviço – A PM irá investigar seu antigo emprego. E provavelmente seu antigo chefe ou o setor de RH irá relatar sua conduta. Então mais uma vez os candidatos que não tiveram um desempenho favorável na hora de respeitar as normas e regras não serão bem vistos aos olhos da PM.

FILIAÇÃO PARTIDÁRIA

Estar filiado a um partido político durante as Fases do concurso não é um problema, mas caso você seja aprovado e convocado para tomar posse, você terá que se desfiliar.

Ao fim da Aula Gratuita, o Palestrante Ligieri chamou um de seus ex-aluno, e atualmente seu amigo, que é Oficial do Barro Branco há alguns anos, e que precisou prestar o concurso por 11 vezes para atingir seu objetivo. Após o Ligieri apresentar o depoimento desse Oficial, que reprovou por 10 vezes – nas Fases do TAF, do Exame Psicológico e Exame Médico – ele respondeu três perguntas do nosso público, que estavam presentes na aula gratuita.

O que você fez diferente para ser aprovado?

Reprovação é isso... chorei quando reprovei no TAF pela primeira vez. E é isso, chorar, extravasar e se levantar! Sem ‘vitimismo’! Porque enquanto você se vitimiza tem alguém se preparando. Eu entendi o porque reprovei... Eu fazia Ensino Médio pela manhã, Ensino Técnico de tarde e cursinho preparatório a noite. [Eram muitas coisas]. Mas me preparei, vi no que errei. Me levantei. Estava triste, mas fui pra cima! Só iria para trás para pegar impulso.

Por que não desistiu?

Não desisti porque era meu objetivo, desde criança! Meus pais achavam que seria passageiro, mas eles viram que eu estava falando sério. E também porque muitas pessoas falaram que eu não iria conseguir. E aqui está por A+B que eu consegui.

Em quem você se inspirou?

Nos meus pais, que me forneceram de tudo, mesmo nós sendo de classe média, eles me deram o necessário. Nada veio fácil. Meus pais batalharam muito. Mas também me inspirei em mim mesmo. Fui em uma palestra e descobri que precisava me encantar com o que eu faço e com o que eu falo. Pois eu sou o expectador da minha vida, porque só eu sei o quanto foi difícil chegar aqui. Então eu precisava me motivar.

E aí, candidato? Além das informações sobre a Investigação Social PM, tivemos uma boa dose de motivação com o depoimento desse Oficial. Em breve teremos mais aulas gratuitas, e ficaremos muito felizes com sua presença. Fique atento ao nosso Facebook, e ao nosso Blog, pois sempre iremos divulgar nossos eventos. Siga o Palestrante Ligieri nas redes sociais. Continue motivado, e nunca desista. As vezes para alcançar seu objetivo você só precisa dar mais um passo.

Comentários

Artigos Recentes

Loading...