TENENTE BATISTA - GANHADOR DO OURO NOS JOGOS DE POLÍCIA DA CHINA

O Ligieri do Curso Palestra Gratuita entrevistou o Tenente Batista Ferreira Rodrigues Haddad. Com mais de 8 anos de carreira, o Tenente divide o seu tempo entre servir a Polícia Militar do Estado de São Paulo e competir internacionalmente como atleta. Durante a entrevista o Tenente nos contou como convenceu a sua família a apoia-lo para se tornar policial, como foi o seu ingresso na PM e deu dicas para o Teste de Aptidão Física (TAF). Confira agora!

Como foi sua infância? Como era a sua família? 

"Eu sou de Araraquara, interior de São Paulo. Como toda criança do interior, minha infância foi muito saudável. Brincadeiras de rua, como futebol, vôlei, pipa, pião[...] Brincadeiras comuns dos anos 80,90. Brincadeiras saudáveis e divertidas. Só tenho a agradecer a Deus.  Minha família sempre foi muito unida, muito sólida[...] minha família foi sempre um alicerce muito sólido para que todos da família pudessem crescer. Comigo não foi diferente."

Quando o senhor demostrou interesse em ingressar na Polícia Militar, qual foi a reação da sua família? Houve apoio? Críticas? 

"Sendo sincero, eu quis ingressar na Polícia Militar por não conseguir emprego na área [de educação física]. E eu queria fazer alguma coisa que eu pudesse conciliar o esporte com o trabalho. E o único lugar que realmente valia a pena era a Polícia Militar. No início minha família criticou, ficaram com medo[...] porque a imprensa sensacionalista quer vender desgraça. E eles temeram que acontecesse algo grave comigo. Então eu sentei com eles, conversei e explique que eu poderia fazer o meu trabalho sem correr grandes riscos.  E conforme eu ia trabalhando eu pude mostrar que o que se passa na imprensa sensacionalista é bem diferente daquilo do que a gente vive hoje."

Uma das lições que podemos aprender com o Tenente Batista  é a importância de conversar com a família. Caso a sua família não aprove a sua escolha por medo do que possa acontecer caso você seja aprovado no Concurso de Soldado da Polícia Militar, o mais importante é conversar com eles e mostrar a verdadeira realidade. Se possível até levar um PM para conversar com a sua família para que eles entendam que há sim riscos, mas não como é mostrado pela televisão. Eu [Ligieri] sempre aconselho os candidatos que tem problemas com a falta de apoio da família ter esse tipo de conversa.

Quando prestou o concurso de Oficial da Academia do Barro Branco, o Tenente Batista já ocupava o posto de Soldado, mas encontrou dificuldades em ser aceito no concurso de Oficial. Entenda como foi a trajetória que o levou de praça ao oficialato.

“A vida policial não é uma vida fácil,

é uma vida onde você está no

limiar do estresse, você tem que tomar

decisões em milissegundos...”

.

Como foi a sua carreira até se tornar Tenente?

"Foi muito difícil. Na minha última tentativa de ingresso eu reprovei no Exame Psicológico[...] entrei com ação ordinária, consegui a tutela antecipada. E eu tinha que provar o tempo todo que eu tinha condições de estar na Polícia Militar. Por falta de uma, eu passei duas vezes [no concurso], sempre com o apoio do Palestra Gratuita que foi indispensável para o meu sucesso."

Qual foi a sua maior dificuldade durante o seu preparo para ingressar na PM?

"Na verdade, foi um todo, não teve uma situação assim que... deu início [a dificuldade]. Foi o todo, a batalha não é somente a Fase Escrita, é o TAF, Exame Médico, Exame Psicológico[...] O estresse é muito grande, conforme vai passando as fases do concurso. Então a dificuldade mesmo foi se preparar e manter a cabeça firme até a aprovação. Enquanto isso não acontecia o estresse era grande, mas depois de caba batalha vencida era um sucesso."

Como o senhor lidava com o estresse?

"Fazendo atividade física. [...] Sempre foi uma válvula de escape muito grande para mim. Também o convívio familiar, as conversas, sempre procurando ter a família como alicerce."

Como foram os seus primeiros dias dentro da Polícia Militar?

"Uma rotina de doutrina e preparação para a vida policial. A vida policial não é uma vida fácil, é uma vida onde você está no limiar do estresse, você tem que tomar decisões em milissegundos... E a escola de formação te prepara para isso. Com bastante ensinamento, tanto técnico como psicofísico. Então é muito intenso a escola de soldado, é uma escola que o tempo inteiro você precisa estar preparado para tudo e preparado para o pior. A preparação é intensa e profissional em relação a vida policial, uma vida de bastante desafios."

"E você via na cara da mãe

e na cara das crianças a

suplica para receber socorro."

.

Em minha próxima pergunta, o Tenente Batista contou como foi a ocorrência policial que mais o marcou. Esse fato aconteceu em 2017, Zona Sul de São Paulo.

"A ocorrência que mais marcou minha experiencia na polícia foi quando eu tive que atender uma ocorrência de estupro, onde havia vítimas e testemunhas, que era a mãe da criança, e o estuprador que era o pai da criança, no pronto socorro. Tive que falar com a médica para verificar se havia uma lesão proveniente de abuso sexual, e foi constatado. E você via na cara da mãe e na cara das crianças a suplica para receber socorro. Eu fui o condutor da ocorrência, e o indivíduo foi preso e está lá até hoje."

Como podemos ler, ocorrências como essa exigem muito psicologicamente do policial. Por isso o Tenente nos deixou uma lição sobre o preparo emocional e sobre o curso de formação da Polícia Militar.

"Primeiramente, não sei se posso dizer que essa é a palavra, mas ter o controle emocional, sangue frio. Porque se entramos no emocional de cada ocorrência, a gente irá responder muita coisa em nosso desfavor, como abuso de autoridade, excesso policial. Então a primeira coisa é ter controle emocional em termos de sangue frio. Porque estou falando isso, por mais que a gente se envolva com vidas, a gente tem que ter controle suficiente para não se envolver emocionalmente e resolver a ocorrência de maneira isenta, sem tomar partido de ninguém, tomar parte apenas da vítima que sofreu o fato."

“... Por mais que a gente se envolva com vidas,

a gente tem que ter controle suficiente

para não se envolver emocionalmente.”

.

"Para quem está ingressando, principalmente ter o sangue frio e ter a imparcialidade nas ações, ser técnico, ser profissional. Por isso quando falamos para levar o curso a sério, é para realmente ter a condição de tomar as condições de maneira técnica e dentro da lei."

E para você que se encontra desmotivado, sem forças para continuar lutando pelo sonho da farda, o Tenente deixou um recado sobre a importância de ser policial.

"[Ser policial] significa você fazer a diferença na sociedade, você tem a responsabilidade plena de ser a pessoa que vai resolver os problemas da sociedade, seja de uma maneira ou de outra. Nós somos a linha tênue entre a ordem e a desordem. Então, ser policial é sacerdócio. Envergar essa farda é uma responsabilidade imensa. [...] Não somos qualquer pessoa, somos pessoas escolhidas a dedo para fazer a diferença na vida da sociedade paulista e brasileira."

"A melhor parte de ser policial é ajudar as pessoas, seja dando uma informação, uma orientação, seja prendendo um infrator da lei. Seja protegendo de forma preventiva, ostensiva. Você ajuda a sociedade de maneira efetiva."

ATLETA INTERNACIONAL

Além de ser Oficial da Polícia Militar, o Tenente Batista é atleta a nível internacional. Vem entender como um policial do Estado de São Paulo conquistou o ouro nos Jogos de Polícia da China!

O Tenente Batista estima já ter participado de 150 competições, onde a cada desafio diferente, mais experiência e coragem para continuar competindo ele tem. Iniciou sua carreira em campeonatos e torneios locais, logo foram surgindo as oportunidades de competir internacionalmente. Além de ser bicampeão brasileiro, campeão estadual e campeão Mercosul no nível Master, no ano de 2018 o Tenente Batista participou do World Master Athletics na Espanha e ficou em oitavo colocado. Em 2019 ele ganhou o ouro na China nos jogos de polícia. Vem conhecer essa trajetória.

Quando começou o treino efetivo para o atletismo?

"O esporte sempre esteve na minha vida desde os meus 5 anos de idade, mas o atletismo está comigo desde os anos 2000. São 19 anos nessa caminhada. Como todo o início é difícil, porém foi um esporte que me direcionou para a universidade, me trouxe desafios prazerosos. Eu não virei nenhum atleta olímpico, mas virei um atleta amador em nível internacional, tanto no master, como nos jogos policiais militar. E graças a Deus tenho conseguido resultados precisos."

Competindo no atletismo modalidade arremesso de martelo nos Jogos Policiais da China, o Tenente Batista conta como foi ganhar o ouro para o Brasil. Mais uma premiação para sua coleção de mais de 43 medalhas e troféus.

"Apesar de eu já estar razoavelmente acostumado, foi uma experiencia magnífica. Toda experiência vestindo a camisa da seleção brasileira é uma experiência muito legal. Eu fui abençoado por ganha dessa vez, em minha categoria. Estar usando a camisa da seleção brasileira e subir no lugar mais alto do pódio realmente é uma sensação indescritível, que palavras não podem descrever. O sentimento é único."

Quais são suas dicas para quem está se preparando para o Teste de Aptidão Física?

"Primeiramente, sem loucura! O TAF é um processo lento, que leva tempo. Não queria se preparar de última hora. Segundo, a partir do momento que decidiu prestar o concurso, essa preparação tem que começar com antecedência, pois é um processo lento. Quando estiver chegando perto do TAF aí sim você intensifica [o treinamento] um pouco mais, mas sem loucuras."

"Uma dica que eu dou para aqueles que estão prestando, treine membros superiores e abdominais em um dia, e treine corrida no outro. Não cansa, não estressa, e vai se preparando para o TAF. A aprovação é certa!"

Gostou da entrevista, candidato? Apostamos que a sua ideia sobre o concurso, aprovação e determinação mudou depois de conhecer a história do Tenente Batista!

Todos os meses o Curso Palestra Gratuita realiza uma Aula Gratuita imperdível para você compreender como funciona os concursos da Polícia Militar. Dessa forma, você fica por dentro de todas as novidades, mudanças e exigências do Edital para que você conquiste a sua aprovação. Não perca a nossa próxima Aula Gratuita! Eu [Ligieri] sempre explico como se preparar para a prova escrita, como funciona o sistema de pontuação diferenciada, notas de corte e tudo referente ao funcionamento dos concursos!

Fique ligado em nossa Agenda de Aulas Gratuitas!

Agora que você está motivado e decidido a conquistar a sua vaga na PM, vem descobrir como o Curso Palestra Gratuita pode te auxiliar a conquistar o APTO. Além de cursos preparatórios presenciais (para saber mais clique aqui)  possuímos uma plataforma onde você pode estudar onde, como e quando quiser!

PREPARO TAF

Como o Tenente Batista falou, o preparo correto para o TAF é indispensável para a aprovação! Vem se preparar com a gente. Sempre oferecemos a opção do preparo presencial e o preparo online para candidatos de todo o país. Conheça o nosso preparatório online clicando na imagem abaixo, e se estiver interessado no preparo presencial, entre em contato no telefone (11) 4237-2000.

EXAME PSICOLÓGICO PMSP

Está preocupado com o Exame Psicológico da Polícia Militar? Conheça o nosso curso de Desenvolvimento Pessoal e Profissional. Nesta etapa do concurso o resultado depende apenas de você, então é preciso buscar seu desenvolvimento. Todas as aulas são elaboradas para que o candidato aumente a sua autorreflexão e perceba como algumas situações influenciam no seu comportamento no dia a dia.

Comentários

Artigos Recentes

Loading...