Concursos Polícia Militar

Concursos Polícia Militar em Destaques

Estado: SP

Vagas: 2.700

Salário: R$ 4.852,21

Inscrições: 01/04/2024

à

08/05/2024

Prova: 16/06/2024

Estado: PE

Vagas: 2.400

Salário: R$ 3.419,88

Inscrições: 13/11/2023

à

13/12/2023

Prova: 28/01/2024

Estado: MG

Vagas: 2.901 (2611 masculino / 290 feminino)

Salário: R$ 4.360,83

Inscrições: 08/01/2024

à

06/02/2024

Prova: 10/03/2024

Estado: PA

Vagas: 4.000 (3.200 Homens/ 800 Mulheres)

Salário: R$ 4.923,71

Inscrições: 22/09/2023

à

17/10/2023

Prova: 17/12/2023

Concursos Polícia Militar

Estado: Goiás

Vagas: 2.420

Salário: R$1.500,00

Inscrições: 14/09/2016

à

06/11/2016

Prova: 15/01/2017

Estado: CE

Vagas: 4.200

Salário: R$3.134,58

Inscrições: 22/07/2016

à

22/08/2016

Prova: 25/07/2016

Estado: RO

Vagas: 240

Salário: R$3.182,66

Inscrições: 21/05/2014

à

08/06/2014

Prova: 22/06/2014

Estado: MT

Vagas: 300

Salário: R$2.366,79

Inscrições: 25/11/2013

à

29/12/2013

Prova: 19/01/2014

Estado: AM

Vagas: 2.000

Salário: R$1.637,33

Inscrições: 03/02/2011

à

10/03/2011

Os Concursos Polícia Militar são um dos mais disputados no Brasil. Todos os anos, milhares de pessoas se inscreveram para tentar uma vaga na corporação.

concurso policia militar

Para ser um policial militar, é preciso ter determinadas qualificações e passar por um rigoroso processo seletivo. O candidato precisa ter, no mínimo, 18 anos de idade e ensino médio completo. Além disso, é necessário ter boa condição física e mental e não ter antecedentes criminais.

O processo seletivo do concurso polícia militar é composto por uma série de etapas, que incluem provas teóricas e práticas, avaliações psicológicas e físicas, além de uma investigação social.

A carreira de policial militar é considerada um dos empregos mais prestigiados do país. Os policiais militares têm a missão de proteger a população e garantir a lei e a ordem nas ruas. Além disso, os PMs também prestam serviços comunitários em suas respectivas unidades policiais.

Neste artigo será abordado o processo seletivo para ingressar na Policia Militar, desde as qualificações necessárias até as etapas da seleção.

O que é o Concurso Polícia Militar?

Os Concursos da Polícia Militar são realizados anualmente no Brasil, visando promover a segurança e a proteção das populações pelo policiamento ostensivo. O Concurso Polícia Militar busca recrutar cidadãos aptos a desempenhar a função de Policial Militar, oferecendo a oportunidade de ingressar na corporação e crescer profissionalmente. A seleção do candidato é feita através de um processo seletivo que costuma consistir em prova objetiva, prova discursiva, exame de aptidão física e sindicância social. O candidato precisa possuir altos níveis de desempenho para ser aprovado nos diversos testes dos concursos polícia militar. Além de conhecimentos técnicos, os candidatos precisam provar que têm atitudes e comportamentos aptos a representar a Polícia Militar. Os aprovados têm a chance de desempenhar suas funções no Estado de origem e desenvolver sua carreira ao longo dos anos dentro da PM. Os Concursos Polícia Militar oferecem a oportunidade de se tornar um policial militar e defender a integridade e o bem-estar das pessoas.

Vamos resumir as Patentes da Polícia Militar

Abaixo iremos explicar cada patente e resumir suas funções:

Soldado da Polícia Militar

A patente de soldado é a mais baixa hierarquicamente na Polícia Militar do Brasil e é atribuída ao profissional que ingressa na corporação após aprovação em concurso público e conclusão do curso de formação.

O soldado tem como função a execução de atividades operacionais e administrativas de apoio, como patrulhamento ostensivo, policiamento preventivo, atendimento de ocorrências, entre outras.

Além disso, o soldado deve obedecer às ordens superiores e cumprir as normas e regulamentos da corporação. Conforme avança em sua carreira, pode ser promovido a patentes superiores, como cabo, sargento, tenente, entre outras.

Cabo da Polícia Militar

A patente de cabo é uma graduação intermediária na carreira da Polícia Militar do Brasil. Para se tornar um cabo, é necessário ser aprovado em concurso público e ter concluído o curso de formação de soldados, além de possuir alguns anos de serviço na corporação.

O cabo exerce funções operacionais, administrativas e de liderança, sendo responsável por comandar uma equipe de soldados e orientá-los nas atividades de policiamento ostensivo e preventivo. Ele deve atuar com disciplina, ética e profissionalismo, cumprindo as normas e regulamentos da corporação.

Além disso, o cabo pode ser designado para exercer funções especializadas, como no policiamento ambiental, de trânsito, de eventos e de escolta, entre outras. Conforme avança em sua carreira, pode ser promovido a patentes superiores, como sargento, tenente, entre outras.

3º Sargento da Polícia Militar

A patente de Terceiro Sargento é uma graduação intermediária na hierarquia da Polícia Militar do Brasil, acima da de Cabo e abaixo da de Segundo Sargento.

Para se tornar um Terceiro Sargento, é necessário ter sido aprovado em concurso público e ter concluído o curso de formação de soldados, além de ter alguns anos de serviço na corporação e ter sido aprovado no curso de formação de Sargentos.

O Terceiro Sargento tem a responsabilidade de exercer funções de liderança, sendo responsável por comandar uma equipe de policiais e orientá-los nas atividades de policiamento ostensivo e preventivo, além de realizar atividades administrativas e de planejamento.

Ele deve atuar com disciplina, ética e profissionalismo, cumprindo as normas e regulamentos da corporação. Conforme avança em sua carreira, pode ser promovido a patentes superiores, como Segundo Sargento, Primeiro Sargento, Subtenente, entre outras.

2º Sargento da Polícia Militar

A patente de Segundo Sargento é uma graduação intermediária na hierarquia da Polícia Militar do Brasil, acima da de Terceiro Sargento e abaixo da de Primeiro Sargento.

Para se tornar um Segundo Sargento, é necessário ter sido aprovado em concurso público e ter concluído o curso de formação de soldados, além de ter alguns anos de serviço na corporação e ter sido aprovado no curso de formação de Sargentos.

O Segundo Sargento é responsável por comandar equipes de policiais e orientá-los nas atividades de policiamento ostensivo e preventivo, bem como realizar atividades administrativas e de planejamento. Além disso, pode ser designado para exercer funções especializadas, como no policiamento ambiental, de trânsito, de eventos e de escolta, entre outras.

Ele deve atuar com disciplina, ética e profissionalismo, cumprindo as normas e regulamentos da corporação. Conforme avança em sua carreira, pode ser promovido a patentes superiores, como Primeiro Sargento, Subtenente, Tenente, entre outras.

1º Sargento da Polícia Militar

A patente de Primeiro Sargento é uma graduação intermediária na hierarquia da Polícia Militar do Brasil, acima da de Segundo Sargento e abaixo da de Subtenente.

Para se tornar um Primeiro Sargento, é necessário ter sido aprovado em concurso público e ter concluído o curso de formação de soldados, além de ter alguns anos de serviço na corporação e ter sido aprovado no curso de formação de Sargentos.

O Primeiro Sargento é responsável por liderar equipes de policiais e orientá-los nas atividades de policiamento ostensivo e preventivo, além de desempenhar funções administrativas e de planejamento. Ele deve atuar com disciplina, ética e profissionalismo, cumprindo as normas e regulamentos da corporação.

Além disso, o Primeiro Sargento pode ser designado para exercer funções especializadas, como no policiamento de eventos, de escolta, de trânsito, entre outras. Conforme avança em sua carreira, pode ser promovido a patentes superiores, como Subtenente, Tenente, Capitão, entre outras.

Subtenente da Polícia Militar

A patente de Subtenente é uma graduação intermediária na hierarquia da Polícia Militar do Brasil, acima da de Primeiro Sargento e abaixo da de Segundo Tenente.

Para se tornar um Subtenente, é necessário ter sido aprovado em concurso público e ter concluído o curso de formação de soldados, além de ter alguns anos de serviço na corporação e ter sido aprovado no curso de formação de Sargentos.

O Subtenente é responsável por liderar equipes de policiais e orientá-los nas atividades de policiamento ostensivo e preventivo, além de desempenhar funções administrativas e de planejamento. Ele deve atuar com disciplina, ética e profissionalismo, cumprindo as normas e regulamentos da corporação.

Além disso, o Subtenente pode ser designado para exercer funções especializadas, como no policiamento ambiental, de trânsito, de eventos e de escolta, entre outras. Conforme avança em sua carreira, pode ser promovido a patentes superiores, como Segundo Tenente, Primeiro Tenente, Capitão, entre outras.

2º Tenente da Polícia Militar

A patente de Segundo Tenente é uma graduação intermediária na hierarquia da Polícia Militar do Brasil, acima da de Subtenente e abaixo da de Primeiro Tenente.

Para se tornar um Segundo Tenente, é necessário ter sido aprovado em concurso público e ter concluído o curso de formação de oficiais, que inclui formação acadêmica em nível superior e treinamento prático na corporação.

O Segundo Tenente é responsável por liderar equipes de policiais e orientá-los nas atividades de policiamento ostensivo e preventivo, além de desempenhar funções administrativas e de planejamento. Ele deve atuar com disciplina, ética e profissionalismo, cumprindo as normas e regulamentos da corporação.

Além disso, o Segundo Tenente pode ser designado para exercer funções especializadas, como no policiamento de eventos, de escolta, de trânsito, entre outras. Conforme avança em sua carreira, pode ser promovido a patentes superiores, como Primeiro Tenente, Capitão, Major, entre outras. O Segundo Tenente é o primeiro posto na carreira de oficial da Polícia Militar.

1º Tenente da Polícia Militar

A patente de Primeiro Tenente é uma graduação intermediária na hierarquia da Polícia Militar do Brasil, acima da de Segundo Tenente e abaixo da de Capitão.

Para se tornar um Primeiro Tenente, é necessário ter sido aprovado em concurso público e ter concluído o curso de formação de oficiais, que inclui formação acadêmica em nível superior e treinamento prático na corporação. Além disso, é preciso ter alguns anos de serviço na corporação e ser aprovado em cursos de aperfeiçoamento e especialização.

O Primeiro Tenente é responsável por liderar equipes de policiais e orientá-los nas atividades de policiamento ostensivo e preventivo, além de desempenhar funções administrativas e de planejamento. Ele deve atuar com disciplina, ética e profissionalismo, cumprindo as normas e regulamentos da corporação.

Além disso, o Primeiro Tenente pode ser designado para exercer funções especializadas, como no policiamento ambiental, de trânsito, de eventos e de escolta, entre outras. Conforme avança em sua carreira, pode ser promovido a patentes superiores, como Capitão, Major, Tenente Coronel, entre outras. O Primeiro Tenente é o segundo posto na carreira de oficial da Polícia Militar.

Capitão da Polícia militar

A patente de Capitão é uma graduação na carreira de oficial da Polícia Militar. Para se tornar um Capitão, é necessário concluir com êxito o curso de formação de oficiais e ser aprovado em concurso público.

O Capitão é responsável por liderar equipes de policiais e coordenar operações de segurança pública, além de desempenhar funções administrativas e de planejamento na corporação. Ele deve agir com disciplina, ética e profissionalismo, cumprindo as normas e regulamentos da corporação.

O Capitão é frequentemente o responsável por tomar decisões importantes no campo, e é um dos principais elos de ligação entre os oficiais superiores e os subordinados. É comum que os Capitães sejam designados para comandar companhias ou batalhões, coordenando ações de policiamento preventivo e ostensivo.

Conforme avança em sua carreira, o Capitão pode ser promovido a patentes superiores, como Major, Tenente Coronel, entre outras. A patente de Capitão é uma posição de grande responsabilidade e exige liderança, habilidade de tomada de decisão e dedicação à segurança pública.

Major da Polícia Militar

A patente de Major é uma graduação intermediária na carreira de oficial da Polícia Militar, ficando acima da de Capitão e abaixo da de Tenente Coronel.

Para se tornar um Major, é necessário ter vários anos de serviço na corporação e ter concluído com êxito cursos de aperfeiçoamento e especialização na área de segurança pública. É uma patente que exige grande conhecimento técnico e operacional, além de habilidades de liderança e gestão.

O Major é responsável por liderar equipes de policiais e coordenar operações de segurança pública de maior complexidade. Ele também é encarregado de desempenhar funções administrativas e de planejamento na corporação, como por exemplo, na área de logística ou de treinamento.

Além disso, o Major é frequentemente o responsável por tomar decisões importantes em situações de crise e emergência, atuando como elo de ligação entre oficiais superiores e subordinados. É comum que os Majores sejam designados para comandar batalhões, gerenciando e coordenando ações de policiamento ostensivo e preventivo em áreas de grande complexidade.

Conforme avança em sua carreira, o Major pode ser promovido a patentes superiores, como Tenente Coronel, Coronel, entre outras. A patente de Major é uma posição de grande responsabilidade e exige habilidades de liderança, tomada de decisão e grande dedicação à segurança pública.

Tenente Coronel da Polícia Militar

A patente de Tenente Coronel é uma graduação intermediária na hierarquia da Polícia Militar, ficando acima da de Major e abaixo da de Coronel.

Para se tornar um Tenente Coronel, é necessário ter uma vasta experiência na carreira militar, ter concluído com êxito cursos de especialização e possuir habilidades de liderança e gestão.

O Tenente Coronel é responsável por liderar e coordenar operações de segurança pública de grande complexidade, além de desempenhar funções administrativas e de planejamento na corporação, como por exemplo, a elaboração de estratégias de segurança e o planejamento de ações de combate à criminalidade.

Também é comum que o Tenente Coronel seja responsável por tomar decisões importantes em situações de crise e emergência, atuando como elo de ligação entre oficiais superiores e subordinados. É comum que os Tenentes Coronéis sejam designados para comandar batalhões ou áreas especializadas da Polícia Militar.

Conforme avança em sua carreira, o Tenente Coronel pode ser promovido a patentes superiores, como Coronel e General, entre outras. A patente de Tenente Coronel é uma posição de grande responsabilidade e exige habilidades de liderança, tomada de decisão e grande dedicação à segurança pública.

Coronel da Polícia Militar

A patente de Coronel é uma graduação de oficial superior na hierarquia da Polícia Militar, ficando acima da de Tenente Coronel e abaixo da de General.

Para se tornar um Coronel, é necessário ter uma carreira militar bem-sucedida, com vasta experiência na segurança pública e possuir habilidades de liderança, gestão e tomada de decisão. Além disso, é necessário ter concluído com êxito cursos de especialização em áreas como estratégia militar, segurança pública e gerenciamento de crises.

O Coronel é responsável por liderar ações estratégicas na Polícia Militar, além de desempenhar funções administrativas e de planejamento na corporação, como a gestão de recursos humanos, financeiros e logísticos. Também é comum que o Coronel seja responsável por tomar decisões importantes em situações de crise e emergência, atuando como elo de ligação entre oficiais superiores e subordinados.

Os Coronéis são frequentemente designados para comandar unidades de grande porte, como regiões ou batalhões, gerenciando e coordenando ações de policiamento ostensivo e preventivo em áreas de grande complexidade.

Além de ser considerado para cargos de liderança em órgãos de segurança pública de nível estadual e federal. A patente de Coronel é uma posição de grande responsabilidade e exige habilidades de liderança, gestão, estratégia e grande dedicação à segurança pública.

Como funciona o Concurso Polícia Militar?

O Concurso Público para ingresso na Polícia Militar é o processo seletivo que visa selecionar os candidatos que irão ocupar as vagas disponíveis na corporação. O concurso é organizado pelos governos estaduais e suas fases podem variar em cada estado brasileiro.

Normalmente, o concurso da Polícia Militar é composto pelas seguintes etapas:

Prova objetiva: é a primeira fase do concurso e consiste em uma prova com questões de múltipla escolha. A prova pode abranger diversas áreas, como Língua Portuguesa, Matemática, Conhecimentos Gerais, Noções de Direito, entre outras.

Teste de aptidão física (TAF): após a aprovação na prova objetiva, o candidato é submetido a testes de aptidão física, como corrida, flexões de braço, abdominal, entre outros.

Avaliação psicológica: essa etapa tem como objetivo avaliar o perfil psicológico do candidato e verificar se ele possui as características necessárias para atuar na área de segurança pública.

Exames de saúde: são realizados exames médicos para verificar se o candidato possui boas condições de saúde e se está apto a exercer as atividades da corporação.

Investigação social: o candidato passa por uma investigação social para avaliar sua conduta e antecedentes criminais.

Curso de Formação: após a aprovação em todas as etapas, o candidato é convocado para o Curso de Formação de Soldados, onde passará por treinamento intensivo para aprender as técnicas e procedimentos necessários para atuar como policial militar.

Vale lembrar que cada estado pode ter regras específicas para o seu concurso da Polícia Militar, por isso é importante que o candidato esteja atento às informações divulgadas no edital do processo seletivo.

O que é preciso para participar do Concurso Polícia Militar?

Para participar do Concurso Público Polícia Militar, geralmente são exigidos alguns requisitos básicos, que podem variar de acordo com o estado brasileiro. Em geral, são eles:

  • Ter nacionalidade brasileira;
  • Ter idade mínima de 18 anos e máxima de 30 anos;
  • Ter altura mínima, que geralmente é de 1,60m para mulheres e 1,65m para homens;
  • Ter concluído o ensino médio;
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais e militares;
  • Possuir carteira de habilitação de categoria B, para algumas vagas específicas;
  • Ter aptidão física e mental para o exercício da função de policial militar.

Além desses requisitos básicos, é preciso estar atento às informações divulgadas no edital do concurso, que geralmente apresenta outras exigências específicas para cada cargo e suas respectivas vagas, como por exemplo a necessidade de possuir certificado de conclusão em um curso específico ou a exigência de possuir determinados conhecimentos ou experiências profissionais.

Por isso, é importante que o candidato leia atentamente o edital dos concursos polícia militar para se informar sobre todos os requisitos e exigências para participar do processo seletivo.

Dicas para estudar para os Concursos Polícia Militar

Preparar-se para o Concursos Polícia Militar é um processo que demanda bastante dedicação e estudo. Algumas dicas que podem ajudar a maximizar seu desempenho e aumentar suas chances de aprovação incluem:

Conheça o edital: O edital é o guia do candidato e traz informações importantes sobre o conteúdo programático, tipo de prova, datas, requisitos para a inscrição e demais informações. Leia-o com atenção e destaque as informações mais relevantes.

Organize-se: Crie um plano de estudos e organize seu tempo para dedicar-se diariamente aos estudos. É importante estabelecer metas alcançáveis e manter uma rotina regular.

Estude o conteúdo programático: Foque em estudar o conteúdo programático estabelecido no edital. Se possível, busque materiais específicos para a preparação do concurso, como livros e apostilas.

Faça exercícios: Resolva questões de provas anteriores para se familiarizar com o estilo das perguntas e treinar sua capacidade de raciocínio lógico.

Pratique redação: A redação costuma ter um peso importante na avaliação. Pratique escrever textos dissertativos-argumentativos com frequência para aprimorar sua habilidade na escrita.

Cuide da saúde física e mental: Uma boa saúde física e mental é fundamental para manter o foco e a concentração nos estudos. Pratique atividades físicas regulares, alimente-se bem e descanse o suficiente para manter o equilíbrio emocional e cognitivo.

Lembre-se de que a preparação para o Concurso da Polícia Militar exige comprometimento e esforço constante. Portanto, mantenha-se motivado e persistente na busca por seus objetivos.

Conheça nossos Cursos para Polícia Militar

Fechar Menu

Assine nosso Telegram

Fique por dentro dos concursos da segurança pública

Receba nosso contato !

Eu aceitoAo preencher, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber comunicações do Curso Palestra Gratuita.

Receba nosso contato !

Eu aceitoAo preencher, você concorda com a nossa Política de Privacidade e aceita receber comunicações do Curso Palestra Gratuita.