Investigação Social da PM – Como ser APROVADO.

   

O que é a Investigação Social:

A Investigação Social da PM é a fase em que a corporação busca detalhes do passado do candidato. A conduta ilibada (exigida pelo edital), é comprovada através desta fase do concurso. Apesar das demais provas do concurso reprovarem mais, essa fase é responsável por eliminar grande parte dos candidatos também. Entenda:

Segundo o dicionário, a conduta ilibada trata-se de: “uma conduta limpa, correta, íntegra, com honra. Uma pessoa com idoneidade moral, honesta, que age sempre de acordo com a moral, a lei. A conduta ilibada pode ser Pública ou Privada”.

Não é necessário usar de muita imaginação para entender a razão disso. A Polícia Militar, como podemos observar, busca profissionais honestos. Um cidadão que cumpra as leis da nossa sociedade, que transmita respeito e confiança.

Fase após fase, a PM do Estado de São Paulo busca os candidatos mais bem qualificados para a vaga. Sempre utilizando-se do perfil profissional traçado previamente. Uma conduta ilibada, honesta e adequada é extremamente necessária para que o candidato consiga o seu APTO. Contudo, ao longo da vida, alguns dos candidatos cometem erros. Assim nascem dúvidas como: “nome sujo reprova?”, “prisão por falta de pagamento de pensão reprova?”, “Já ter ido para a Fundação Casa reprova?”.

 bom-PM-investigação-social

Tão importante quanto isso, é a honestidade na hora de responder o questionário da Investigação Social da PM. Muitas pessoas se questionam se a omissão de algumas informações vale a pena.

 Acreditem: Essa é a pior atitude que um candidato pode tomar. A integridade é extremamente prezada pela Investigação Social da PM. A Polícia Militar do Estado de São Paulo preza pela honestidade, pelo compromisso com a sociedade. Portanto, seja o mais claro possível no momento em que for realizar o preenchimento do seu formulário, e deixe que o Investigador Social (P2) tome conta do caso.

Alguns fatores que podem reprovar:

 

 

  • Nome sujo: Dívidas, fraudes ou má fé.
  • Suspensões e advertências escolares: Problemas sérios e/ou graves como envolvimentos com violência ou drogas.
  • Amigos suspeitos ou criminosos: Bem diferente de familiares, entenda, amigos a gente escolhe, família não. Tenha muito cuidado com suas amizades, saiba sempre ponderar com que tipo de gente é correto andar.
  • Parente Preso: Pode ser perigoso, evite negócios em aberto ou divisões de posses com tal parente, entenda que o mínimo de envolvimento aumenta suas chances de ser aprovado.
  • Já ter sido Preso: Grande parte dos casos envolvem reprovação, portanto analise bem, caso já tenha se envolvido em algum crime.
  • Boletim de Ocorrência: Atente-se à gravidade do caso, esteja este fechado ou ainda aberto, não menospreze nada, por menor que possa parecer a ocorrência ela ainda pode te reprovar aos olhos do investigador.
  • Omissão de dados: Qualquer informação omitida, tudo depende do contexto geral. Sim, isso reprova muito. Cuidado com dados que você julga irrelevantes, quem determina isso é especificamente a própria Policia Militar.
  • Demissão por justa causa: Reprova em grande parte dos casos, analise bem o seu caso e tenha certeza do tipo de situação em que você se encontra.
  • Multas de trânsito: O edital prevê reprovação por duas situações, a primeira trata-se do hábito de infringir o código de trânsito brasileiro, neste caso muitas multas podem te prejudicar. O segundo motivo, é cometer atos que coloquem em risco a vida de terceiros, por exemplo: Dirigir sob efeito de álcool.
 

O que fazer se reprovar:

Caso reprovado, o candidato, pode entrar com um recurso na justiça. Os juízes então, devem seguir as leis, porém, sempre há margens para interpretação. Devem-se considerar as particularidades de cada caso, cada situação e cada história. É cabível entrar com um recurso para tentar reverter a reprovação, contestando assim, a decisão. Será, posteriormente, realizado um julgamento para determinar se a decisão continua a mesma.

NOSSO DEPARTAMENTO JURÍDICO

 Investigação Social da PM

Nós do Curso Palestra Gratuita, contamos com um Departamento Jurídico composto por uma equipe de advogados altamente capacitados e especializados em concursos públicos, prontos a auxiliar os candidatos que se sentem em dúvida com alguma situação que possa ocorrer durante o certame. Como reprovações decorrentes nos exames médicos, exames psicológicos e investigação social.

 

Para maiores informações sobre o departamento jurídico, entre em contato através do nosso e-mail: juridico@palestragratuita.com.br

Caso queira saber mais, entre em contato com a nossa central no telefone (11) 4237-2000, no Whatsapp do nosso departamento 11 96478-0173 ou envie um e-mail para juridico@palestragratuita.com.br.

Comentários

Artigos Recentes