IMPULSIVIDADE | PSICOLOGICO PM

Prepare-se para o concurso

Você que deseja se aprovado na PM já passou pela situação de falar algo é se arrepender segundos depois?  Já tomou uma atitude e quando percebeu a consequência do que fez já era tarde demais? Isso é um traço de impulsividade!

Bem, se a sua resposta for sim, então certamente você é uma pessoa impulsiva. Você sabe o que é impulsividade? Essa é uma das características do SDPM que precisa estar sobre controle. Quando não controlada pelo candidato na fase psicológica se enquadra dentro do item descontrole emocional.

É de extrema importância compreender o que impulsividade e acima de tudo como controlar essa característica, para ser aprovado na PM, uma vez que o edital exige que o candidato possua uma impulsividade controlada.

Impulsividade trata-se de um padrão de comportamento caracterizado por reações rápidas e não planejadas, frequentemente, a pessoa impulsiva diz que “quando viu, já fez”, ou seja, fez primeiro e pensou depois, agir por impulso.

É muito comum as pessoas confundirem impulsividade com sinceridade, mas não são em hipótese alguma a mesma coisa. Pois a impulsividade está ligada a emoção e ao calor do momento em que as coisas acontecem, e muitas vezes a parte racional dos fatos é deixada de lado.

Pensando que o policial militar da PMSP possui um cotidiano rodeado de estresse, conflitos e pressão ter controle sobre seus impulsos e imprescindível. O que leva os psicólogos a fazerem uma busca cuidadosa quanto ao equilíbrio dessa característica.

 

Pelo fator da profissão de policial militar ser de risco e por esse profissional andar armado os psicólogos buscam avaliar o nível de controle que os candidatos possuem, e quando os mesmos demonstram falta de controle acabam por ser inaptos. Talvez se questione: Mas como controlar a impulsividade ao tomar decisões?

 VEJA ABAIXO O ÍNDICE DE CANDIDATOS REPROVADOS NO PSICOLÓGICO.

Veja o que o edital da PM versa sobre o perfil psicológico de Soldado PM APTO

 

APRENDA A CONTROLAR AS TOMADAS DE DECISÕES PARA QUE SEJA APROVADO NA PM.

Antes de tomar uma atitude é importante considerar as 04 fases da tomada de decisão: 1) Fase da intenção: é o momento em que percebemos que desejamos algo; 2) Fase da deliberação: é o momento no qual pesamos os prós e os contras de fazermos aquilo que desejamos; 3) Fase de decisão: É o momento no qual decidimos, finalmente, agir; 4) Fase de execução: é o momento da ação propriamente dita;

O problema é que as pessoas impulsivas eliminam a fase de deliberação e “pulam” direto para as fases da decisão e da execução. Por isso o ato de deliberar é a chave para se aprender a controlar a impulsividade. Para isso você deve antes de tomar uma decisão ter em mente alguns fatores:

  • Primeiro passo aceita a ideia que você é uma pessoa impulsiva e não “sincera demais”;
  • Antes de tomar uma atitude, respire bem fundo e conte até dez (vinte, trinta, enfim) e uma forma de “distrair” a mente e evitar que haja por impulso;
  • Faça meditação, ajuda a canalizar o nível de estresse/energia mental;
  • Haja de maneira assertiva e empática, se coloque no lugar do outro, considere os pensamentos e sentimentos dos demais.

 

Afinal lembre-se do ditado popular: “a fecha lançada não pode voltar para atrás”. Portanto reflita/delibere antes de agir ou falar. Seguir as informações acima te ajudará a não ser impulsivo na fala durante uma conversa com o psicológico e assim você conseguirá ser aprovado na PM.

 

 

PERFIL EXIGIDO PARA SOLDADO PM DE 2ª CLASSE

  1. Flexibilidade moderada – ausência de rigidez na conduta, no limite em que não comprometa sua conduta no bom desempenho da função;
  2. Disposição para o trabalho – capacidade para suportar longa exposição a agentes estressores, sem permitir que estes causem danos físicos ou mentais, sendo capaz de manter um bom nível de energia interna da qual o indivíduo dispõe para interagir com o meio;
  3. Capacidade de liderança – potencial para agregar as forças da comunidade, valendo-se de criatividade e proatividade, sem abdicar da autocrítica quem mantém o equilíbrio das ações;
  4. Relacionamento interpessoal adequado – adequado nível nas relações humanas, estejam em conflito ou não, que permita aperceber-se do comportamento dos outros do mesmo modo em que consegue comunicar-se apropriadamente;
  5. Inteligência – grau de inteligência geral (fator G) dentro de faixa mediana padronizada para a análise, aliado à receptividade para incorporar novos conhecimentos e reestruturar conceitos já estabelecidos, com potencial de memorização, a fim de dirigir adequadamente seu comportamento;
  6. Fluência verbal – facilidade para manipular os termos linguísticos na expressão do pensamento, através da verbalização clara e eficiente, expressando-se com desembaraço, sendo eficaz na comunicação;
  7. Resiliência – potencial para superar frustrações e reveses, valendo-se da aprendizagem das vivências para desenvolver melhor suas atividades, tornando-as mais produtivas.

CONTRAPERFIL PSICOLÓGICO DO SOLDADO PM DE 2ª CLASSE

  1. Descontrole emocional – utilização do potencial emocional sobrepondo-se ao racional, comprometendo o comportamento, seja por impulsividade, ansiedade ou agressividade descontrolada;
  2. Sinais Fóbicos – presença de sinais de medo patológico ou irracional, com dificuldade para manter o autocontrole;
  3. Falta de domínio psicomotor – ausência de habilidade cinestésica, por meio da qual o corpo se movimenta com eficiência, atendendo com presteza as solicitações psíquicas e ou emocionais.

Últimas do Blog

Categorias do Blog

Nossos Cursos

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias:

Voltar página anterior
Fechar Menu