APROVAÇÃO NO PSICOLÓGICO DA PM

Prepare-se para o concurso

Você que busca a aprovação no psicológico da PM, já teve ter ouvindo muitas coisas diferentes sobre o concurso, do tipo faça isso, ou faça aquilo, é se esquece que para buscar seu apto você só precisa de uma coisa, buscar se conhecer melhor.

 

Muitas vezes temos certeza de quem somos nós, certo? Mas se temos tanta certeza que quem somos, porque essa pergunta, dita pelo psicólogo da PM, muitas vezes nos prejudica na conquista de uma das vagas do concurso.

 

Isso acontece por causa de nosso autoconhecimento, de nossas incertezas que nos levam a tomarmos alguns rumos em nossas vidas. E, talvez, o que muitos de nós queremos é a bendita aprovação no psicológico da PM.  Falaremos aqui sobre algumas atitudes importantes que devem serem tomadas para tornar o sonho de ser policial militar em realidade.

 

A aprovação no psicológico da PM, atesta que temos condições que nos colocarmos nossas vidas em perigo servindo e protegendo pessoas. Mas também precisa mostrar que temos capacidade de nos relacionar com pessoas que pensam igual a nosso modo de viver e também conseguimos conviver com pessoas que pensam diferente.

 

É importante entender que conviver não significa concordar, apenas significar que você consegue partilhar do mesmo local com pessoas de forma harmônica. Porém quando necessário vai precisar se expressando segurança ao agir, se comportando de maneira firme, como também demonstrando decisão nas palavras. Sabendo demonstrar controle sobre suas ações e emoções diante de ocorrências que ocorram conflito ou caos, assim como se mostrar capaz de suportar frustrações diárias.

 

Isso que atesta que você possui condições para ser incorporado nas fileiras da Policia Militar do Estado de São Paulo. Mas para chegar neste mérito, é importante percebe em si mesmo quais destas características citadas não se encontram em nós mesmos. Cobranças, internas e externas, diárias por melhores resultado, nos deixa duvidas sobre o que estamos fazendo para melhorarmos. É isso traz consigo incertezas, inseguranças, comparações e medo de não conquistamos a aprovação no psicológico da PM. Esta fase é uma das mais concorridas, perdendo apenas para fase da prova escrita.

 

 

 

Para buscar a aprovação no psicológico da PM é necessário:

 

Saber quem é você: Quais suas qualidades, seus defeitos, o que te motiva a vencer e conquistar objetivos, quais são seus medos, pois como qualquer ser humano possui medos, o importante e entender que esse medo não te paralisa, quais são seus momentos te superação, onde desistir nunca foi mais forte que a vontade de vencer.

 

Porque você quer se tornar um policial militar: Compreender o que faz buscar essa profissão que envolve riscos é de extrema importância, se perguntar os fatores motivadores, como orgulho, honra, a sensação de estar cumprindo um dever, seguir os passos das pessoas que te nos dá alegria. Assim como os perigos da profissão, é importante para a conquista deste apto.

 

Portanto nós do Curso Palestra Gratuita, buscamos capacitar candidatos que buscam a aprovação no psicológico da PM através de um método baseado no desenvolvimento do perfil psicológico. Através de dinâmicas e atendimentos buscamos descobri onde está os pontos a melhorar neste perfil e enaltecer seus pontos fortes para fortalecer sua percepção de si mesmo ajudando desta forma a conquista de seu apto.

 

Veja o que o edital da PM versa sobre o perfil psicológico de Soldado APTO

 

PERFIL PSICOLÓGICO DO SOLDADO PM DE 2ª CLASSE

  • Flexibilidade moderada – ausência de rigidez na conduta, no limite em que não comprometa sua conduta no bom desempenho da função;
  • Disposição para o trabalho– capacidade para suportar longa exposição a agentes estressores, sem permitir que estes causem danos físicos ou mentais, sendo capaz de manter um bom nível de energia interna da qual o indivíduo dispõe para interagir com o meio;
  • Capacidade de liderança – potencial para agregar as forças da comunidade, valendo-se de criatividade e proatividade, sem abdicar da autocrítica quem mantém o equilíbrio das ações;
  • Relacionamento interpessoal adequado – adequado nível nas relações humanas, estejam em conflito ou não, que permita aperceber-se do comportamento dos outros do mesmo modo em que consegue comunicar-se apropriadamente;
  • Inteligência – grau de inteligência geral (fator G) dentro de faixa mediana padronizada para a análise, aliado à receptividade para incorporar novos conhecimentos reestruturar conceitos já estabelecidos, com potencial de memorização, a fim de dirigir adequadamente seu comportamento;
  • Fluência verbal– facilidade para manipular os termos linguísticos na expressão do pensamento, através da verbalização clara e eficiente, expressando-se com desembaraço, sendo eficaz na comunicação;
  • Resiliência – potencial para superar frustrações e reveses, valendo-se da aprendizagem das vivências para desenvolver melhor suas atividades, tornando-as mais produtivas.

 

 

CONTRAPERFIL PSICOLÓGICO DO SOLDADO PM DE 2ª CLASSE

 

  • Descontrole emocional– utilização do potencial emocional sobrepondo-se ao racional, comprometendo o comportamento, seja por impulsividade, ansiedade ou agressividade descontrolada;
  • Sinais Fóbicos– presença de sinais de medo patológico ou irracional, com dificuldade para manter o autocontrole;
  • Falta de domínio psicomotor– ausência de habilidade cinestésica, por meio da qual o corpo se movimenta com eficiência, atendendo com presteza as solicitações psíquicas e ou emocionais.

Últimas do Blog

Categorias do Blog

Nossos Cursos

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias:

Voltar página anterior
Fechar Menu