"Psicológico da PM" - Relacionamento Interpessoal

Há um perfil psicológico da PM buscado no concurso para soldado da PM 2° classe. É na etapa referente ao Exame Psicológico em que o candidato tem seu perfil analisado. Essa é uma das fases mais temidas pelos candidatos. Além disso, é responsável por reprovar mais da metade dos candidatos que chegam a essa tão importante fase.

psicológico da PM

Embora muitos não saibam, a Polícia Militar busca um perfil psicológico visando 7 características exigidas, sendo elas: Flexibilidade moderadaDisposição para o trabalhoCapacidade de liderançaRelacionamento interpessoal adequado, InteligênciaFluência verbalResiliência. Há, também, um contra perfil estabelecido previamente pelo edital.  Segundo o edital, o contra perfil é constituído pelas seguintes características: Descontrole emocionalSinais FóbicosFalta de domínio psicomotor.

Relacionamento Interpessoal - perfil psicológico da PM

Todo candidato aos concursos da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMESP), ao ler os editais e listar os itens requeridos no perfil psicológico da PM, sempre se deparam com o Relacionamento Interpessoal como requisito para se tornar um profissional da PMESP.  A partir de então, um candidato que não busca desenvolver-se neste sentido coloca o seu sucesso no concurso em risco.

psicológico da PM

Primeiro, vamos entender o motivo de tal habilidade ser um requisito no exame psicológico da PM. O trabalho do Policial Militar é servir e proteger a população mantendo a ordem e prezar pelo cumprimento da lei. Algo que faz parte de todo este trabalho é ter constante contato com outras pessoas. Sejam elas colegas internos da corporação ou civis. Portanto, ter um bom relacionamento interpessoal é necessário para saber trabalhar em equipe. E, principalmente, saber lidar com o cidadão o qual prestará seu serviço.

Capacidade

Relacionamento Interpessoal diz respeito a capacidade de se relacionar adequadamente com outras pessoas. Respeitando os limites e as regras de cada contexto. É uma habilidade que depende de muitas outras capacidades para ser desenvolvida. Uma das principais é a empatia. De acordo com Roman Krznaric, docente da Universidade de Londres, “é a arte de se colocar no lugar do outro por meio da imaginação, compreendendo seus sentimentos e perspectivas e usando essa compreensão para guiar suas próprias ações”.

É importante ressaltar que essa é uma habilidade que precisa estar em constante desenvolvimento, principalmente no mundo do trabalho. Cada vez mais é exigido que os profissionais saibam lidar com as pessoas de forma adequada. Tendo em vista o perfil psicológico da PM, a instituição busca para seu efetivo isto se torna importante para os candidatos que estão prestando seus concursos.

Seja no contexto familiar, no trabalho, com os amigos ou com pessoas desconhecidas. É possível refletir sobre Relacionamento Interpessoal e, principalmente, buscar aprimorá-lo, colocando mais a empatia em prática. Assim como a assertividade, sempre tendo em vista a flexibilidade moderada.

Autoconhecimento

Sendo assim, o candidato deve possuir ou buscar autoconhecimento, saber no que deve melhorar como pessoa, nas suas relações interpessoais. O Curso Palestra Gratuita possui uma equipe de psicólogos que podem te ajudar. Contamos com diversos recursos como mapeamento de perfil, aula motivacional, dinâmicas de grupo. Além disso, contamos com atendimento exclusivo, salas de aula equipadas com ar condicionado e televisores, e diversos outros recursos para que você busque seu autoconhecimento. Voltado para sua praticidade, contamos também com Aulas de Desenvolvimento Pessoal em formato EAD (ensino a distância). Ele conta com palestras ao vivo e uma apostila digital!

exame psicológico da PM

A seguir, o perfil psicológico da PM retirado diretamente do edital. Veja:

PERFIL PSICOLÓGICO DO SOLDADO PM DE 2ª CLASSE

  • Flexibilidade moderada – ausência de rigidez na conduta, no limite em que não comprometa sua conduta no bom desempenho da função;
  • Disposição para o trabalho – capacidade para suportar longa exposição a agentes estressores, sem permitir que estes causem danos físicos ou mentais, sendo capaz de manter um bom nível de energia interna da qual o indivíduo dispõe para interagir com o meio;
  • Capacidade de liderança – potencial para agregar as forças da comunidade, valendo-se de criatividade e proatividade, sem abdicar da autocrítica quem mantém o equilíbrio das ações;
  • Relacionamento interpessoal adequado – adequado nível nas relações humanas, estejam em conflito ou não, que permita aperceber-se do comportamento dos outros do mesmo modo em que consegue comunicar-se apropriadamente;
  • Inteligência – grau de inteligência geral (fator G) dentro de faixa mediana padronizada para a análise, aliado à receptividade para incorporar novos conhecimentos e reestruturar conceitos já estabelecidos, com potencial de memorização, a fim de dirigir adequadamente seu comportamento;
  • Fluência verbal – facilidade para manipular os termos linguísticos na expressão do pensamento, através da verbalização clara e eficiente, expressando-se com desembaraço, sendo eficaz na comunicação;
  • Resiliência – potencial para superar frustrações e reveses, valendo-se da aprendizagem das vivências para desenvolver melhor suas atividades, tornando-as mais produtivas.

CONTRAPERFIL PSICOLÓGICO DO SOLDADO PM DE 2ª CLASSE

  • Descontrole emocional – utilização do potencial emocional sobrepondo-se ao racional, comprometendo o comportamento, seja por impulsividade, ansiedade ou agressividade descontrolada;
  • Sinais Fóbicos – presença de sinais de medo patológico ou irracional, com dificuldade para manter o autocontrole;
  • Falta de domínio psicomotor – ausência de habilidade cinestésica, por meio da qual o corpo se movimenta com eficiência, atendendo com presteza as solicitações psíquicas e ou emocionais.

Comentários

Artigos Recentes

Loading...