PSICOLÓGICO COLETIVO PM

Prepare-se para o concurso

Durante toda nossa vida vamos atribuindo significados para os acontecimentos do dia a dia, e por diversas vezes dependendo do que nos acontece vamos nos culpando apenas, ao invés de também parar para refletir e considerar que quando dá certo também é mérito nosso. Isso é um índice de autocobrança, e pode ser acusado no psicológico coletivo da PM.

Esses significados que damos as coisas que nos acontecem também pode ser entendido como crenças, que são nossas interpretações, pensamentos e opiniões sobre algo ou alguém.

Aceitar que podemos falhar e que temos defeitos nem sempre é tarefa fácil, muitos de nós acabamos por muitas vezes nos cobrando em excesso rumo a perfeição, que nada mais é do que algo bem relativo de pessoa para pessoa, quando se passa em nossa mente afirmações do tipo, -não posso errar, -tenho que ser perfeito em tudo que faço, -se eu não for bom o suficiente não irão me aceitar, entre outros pensamentos do tipo, estamos criando uma realidade muito dura para conosco, além de colocar peso onde não deveria ter.

 

 

Quando você se cobra demais por exemplo, no seu dia a dia, em tudo que faz, quando você chega na fase Psicológico Coletivo PM isso fica evidente nos seus testes psicológicos, além do psicólogo querer saber mais sobre isso na sua entrevista individual, então levantará uma série de questões a fim de compreender como essa autocobrança funciona no seu dia a dia, pois a autocobrança ela faz parte do item agressividade do edital do concurso Soldado da PM.

Em alguns momentos esse peso que atribuímos a algumas coisas em nossas vidas é reforçado externamente também, ou seja, acabamos permitindo que outras pessoas atribuam mais peso ainda em nossos objetivos, quando esquecemos de nos posicionar ou de filtrar, dentro do que são ideias e percepções do outro e o que são ideias e percepções minhas. Analisar o quanto eu estou me cobrando nesse concurso da PM SP pode te ajudar a perceber se vai te beneficiar ou atrapalhar na fase Psicológico Coletivo PM, você irá saber se está no caminho certo ou no caminho de uma pressão que poderá influenciar em seus resultados de forma negativa.

A autocobrança é praticamente comum em nós seres humanos, pois sempre vamos querer dar o melhor de si e correr atrás de nossos objetivos, e se faz necessária em nosso cotidiano, porém se for em excesso poderá nos prejudicar de diversas formas, entre elas, poderá favorecer o processo de autossabotagem e fortalecer crenças limitantes, quando assumo que tenho que ser perfeito por exemplo, não estou me permitindo errar, quando na verdade os meus erros são os meus melhores professores na vida, são eles que me mostram como evoluir, que caminho seguir, e me ajudam no processo de resiliência, ou seja, no processo de lidar e encarar frustrações de forma adequada.

Por isso, evite comparações quando você se compara a alguém você estará partindo do princípio da limitação, está se limitando a um processo de aprendizagem diferente do seu, e também inconscientemente estará buscando motivos para se autocriticar, como por exemplo, -tá vendo, fulano é sempre melhor do que eu!, afirmações como essa favorece também o seu processo de autossabotagem. Fique esperto enquanto a esses pensamentos! Nessa fase Psicológico Coletivo PM tente ter ao máximo sua autocobrança equilibrada e saudável.

 

 

Aceite e entenda que ninguém é perfeito, que podemos errar, e olhe seu passado como aprendizado, tire lições úteis que poderão te ajudar a crescer e prosperar. Assuma responsabilidades sem se culpar, sabendo que se esforçará dando seu máximo mas dentro de sua própria realidade.

Pensando nessa fase do Psicológico Coletivo PM, é importante que você procure sempre manter a calma e controlar suas emoções de forma que não te atrapalhe nos resultados, lembre-se que não é necessário se cobrar tanto para que isso não tire sua concentração na hora de realizar essa fase tão importante.

E por fim, comemore cada vitória e conquista em sua vida, para fortalecer a confiança em si mesmo, e se sentir cada vez mais seguro(a) e preparado(a) para essa fase Psicológico Coletivo PM do concurso, para todas as outras fases, e assim como para todos os seus outros objetivos. Bons estudos e até breve! Veja o que o edital da PM diz sobre o perfil psicológico de Soldado PM

 

Veja o que o edital da PM versa sobre o perfil psicológico de Soldado PM

 

PERFIL PSICOLÓGICO DO SOLDADO PM DE 2ª CLASSE

  • Flexibilidade moderada – ausência de rigidez na conduta, no limite em que
    não comprometa sua conduta no bom desempenho da função;
  • Disposição para o trabalho– capacidade para suportar longa exposição a
    agentes estressores, sem permitir que estes causem danos físicos ou mentais, sendo capaz de manter um bom nível de energia interna da qual o indivíduo dispõe para interagir com o meio;
  • Capacidade de liderança – potencial para agregar as forças da
    comunidade, valendo-se de criatividade e proatividade, sem abdicar da autocrítica quem
    mantém o equilíbrio das ações;
  • Relacionamento interpessoal adequado – adequado nível nas relações
    humanas, estejam em conflito ou não, que permita aperceber-se do comportamento dos
    outros do mesmo modo em que consegue comunicar-se apropriadamente;
  • Inteligência – grau de inteligência geral (fator G) dentro de faixa mediana
    padronizada para a análise, aliado à receptividade para incorporar novos conhecimentos e reestruturar conceitos já estabelecidos, com potencial de memorização, a fim de dirigir
    adequadamente seu comportamento;
  • Fluência verbal– facilidade para manipular os termos linguísticos na
    expressão do pensamento, através da verbalização clara e eficiente, expressando-se com desembaraço, sendo eficaz na comunicação;
  • Resiliência – potencial para superar frustrações e reveses, valendo-se da
    aprendizagem das vivências para desenvolver melhor suas atividades, tornando-as mais
    produtivas.

 

CONTRAPERFIL PSICOLÓGICO DO SOLDADO PM DE 2ª CLASSE

 

  • Descontrole emocional– utilização do potencial emocional sobrepondo-se
    ao racional, comprometendo o comportamento, seja por impulsividade, ansiedade ou
    agressividade descontrolada;
  • Sinais Fóbicos– presença de sinais de medo patológico ou irracional, com
    dificuldade para manter o autocontrole;
  • Falta de domínio psicomotor– ausência de habilidade cinestésica, por
    meio da qual o corpo se movimenta com eficiência, atendendo com presteza as solicitações psíquicas e ou emocionais.

 

Últimas do Blog

Categorias do Blog

Nossos Cursos

COMPARTILHE NAS REDES SOCIAIS

Share on facebook
Share on whatsapp
Share on twitter
Share on linkedin

Últimas Notícias:

Voltar página anterior
Fechar Menu