PSICOLÓGICO PM - A CRENÇA DO DESPERTENCIMENTO E O SOLDADO PM

Crenças, especialmente as limitantes, permeiam o nosso presente e pensamentos que temos quanto ao futuro. Ao pensar nas crenças relacionadas ao concurso público da PM, especialmente durante a Fase do Psicotécnico PM, podemos conhecer experiências únicas, que estabeleceram uma crença (ou mais) no pensamento de candidatos ao cargo de Soldado PM. Uma delas é a crença do despertencimento. Mas, antes, o que seria uma crença?

Crença no exame Psicotécnico PM

A crença é um pensamento infundado sobre aquilo que somos, o que podemos ser e como o mundo nos vê. São pensamentos que giram entorno de nossa perspectiva sobre, basicamente, tudo. Um exemplo de crença limitante infundada: “Sou incapaz, porque não passei na fase do Psicotécnico do concurso de Soldado PM”. Portanto, essa pessoa se vê incapaz. Não conseguindo ter acesso e pertencer ao grupo seleto de candidatos APTOS do concurso da PM.

É uma crença limitante quando há a noção de uma limitação implícita: “Por ser inapto na fase do Psicotécnico PM pela segunda vez, nunca conseguirei ingressar na PM”. O que é um fenômeno que paira entre os candidatos. O pensamento de que uma vez por ter sido inapto na fase do psicotécnico, não há como ingressar futuramente na carreira. A crença de despertencimento é infundada. E mesmo que seja reconhecida como infundada, pode prejudicar o desenvolvimento pessoal de vários candidatos.

O sentimento de não pertencer é algo que incomoda. Não se ver dentro do grupo de futuros policiais da PM. E, portanto, ter dificuldades ao reconhecer o potencial para passar pela fase do psicotécnico é recorrente. A crença limitante do despertencimento abala a confiança e a perspectiva de um futuro bem-sucedido. Onde os objetivos pessoais e profissionais sejam conquistados.

PsicotécnicoPM-despertencimento-edital-pm-concurso-pm-soldado-oficial-pm

RECONHECER OS SEUS SUCESSOS

Uma forma de desconstruir a crença de despertencimento é a de organizar quais são seus pontos positivos que podem te ajudar a conquistar o objetivo de passar no concurso público da PM e demais objetivos. Dessa forma, uma visão ampla de sua atuação não somente como candidato da PM, mas também como civil e suas potencialidades nas relações com a família, amigos, colegas de trabalho e relacionamentos íntimos. Conceber a perspectiva de que você já pertence à vários grupos e teve sucesso em objetivos no decorrer da vida, viabiliza a desconstrução da crença limitante.

Um outro exemplo que muitos podem se identificar: Ao olhar para aqueles que já passaram na fase do Psicotécnico PM, você pode pensar: “Nossa, nunca que vou passar. Olha como essa pessoa que passou é diferente de mim!” Aqui está a crença limitante mais uma vez atuando. Quando, na verdade, a comparação é injusta, pois são pessoas diferentes em momentos diferentes. Uma já passou no concurso de Soldado PM, a outra está na fase do psicológico. E, embora sejam pessoas diferentes, as duas podem ter o perfil de PM.

O importante é lembrar que a PM oferece um leque enorme de setores/áreas de atuação. E por isso, a PM busca por diversidade. Pessoas que têm diferenças entre si oferecem uma segurança pública de maior efetividade e flexibilidade.

O despertencimento envolve o sentir-se só, sem amparo e onde recorrer. O que gera a solidão e uma perspectiva negativa do futuro.

Reconhecer que pertence ao mundo e aqueles que estão em volta é redescobrir formas de influenciar este mundo de maneira positiva e retomar objetivos individuais ao agir no mundo. Logo, uma vez se conhecendo e entendo como conquistar os objetivos perante o concurso da PM, mas também, fora dele, é a busca do pertencimento.

Entender suas relações pessoais e como você interage com elas

O pertencimento é a sensação de que é influente no mundo e naquilo que pode lhe acontecer. É ser responsável pelas consequências, sejam elas metas conquistadas ou metas frustradas. Criar uma trajetória a partir do presente, esperando por conquistas tanto na área profissional quanto pessoal.

Reconhecer que você pode vir a ser PM, embora seja diferente de demais candidatos. O importante é reconhecer quais características se aplicam a você e como desenvolver o potencial ao longo do trajeto no edital do concurso da PM. O pertencer envolve o ser. Quanto mais se ver pertencente à um grupo, mais fácil identificar como você realmente é/age nessas relações.

Está com dificuldade com seu pertencimento? Se desenvolver enquanto pessoa pode te ajudar. Conheça nosso curso de Desenvolvimento Pessoal. Contamos com um time de psicólogos prontos para te dar suporte na sua caminhada para uma vida pessoal e profissional melhor!

Dá uma conferida no Perfil Psicológico buscado durante o exame Psicotécnico PM, retirado direto do Edital do concurso para Soldado PM.

PERFIL PSICOLÓGICO DO SOLDADO PM DE 2ª CLASSE

  • Flexibilidade moderada – ausência de rigidez na conduta, no limite em que não comprometa sua conduta no bom desempenho da função;
  • Disposição para o trabalho– capacidade para suportar longa exposição a agentes estressores, sem permitir que estes causem danos físicos ou mentais, sendo capaz de manter um bom nível de energia interna da qual o indivíduo dispõe para interagir com o meio;
  • Capacidade de liderança – potencial para agregar as forças da comunidade, valendo-se de criatividade e proatividade, sem abdicar da autocrítica quem mantém o equilíbrio das ações;
  • Relacionamento interpessoal adequado – adequado nível nas relações humanas, estejam em conflito ou não, que permita aperceber-se do comportamento dos outros do mesmo modo em que consegue comunicar-se apropriadamente;
  • Inteligência – grau de inteligência geral (fator G) dentro de faixa mediana padronizada para a análise, aliado à receptividade para incorporar novos conhecimentos e reestruturar conceitos já estabelecidos, com potencial de memorização, a fim de dirigir adequadamente seu comportamento;
  • Fluência verbal– facilidade para manipular os termos linguísticos na expressão do pensamento, através da verbalização clara e eficiente, expressando-se com desembaraço, sendo eficaz na comunicação;
  • Resiliência – potencial para superar frustrações e reveses, valendo-se da aprendizagem das vivências para desenvolver melhor suas atividades, tornando-as mais produtivas.

CONTRA PERFIL PSICOLÓGICO DO SOLDADO PM DE 2ª CLASSE

  • Descontrole emocional– utilização do potencial emocional sobrepondo-se ao racional, comprometendo o comportamento, seja por impulsividade, ansiedade ou agressividade descontrolada;
  • Sinais Fóbicos– presença de sinais de medo patológico ou irracional, com dificuldade para manter o autocontrole;
  • Falta de domínio psicomotor– ausência de habilidade cinestésica, por meio da qual o corpo se movimenta com eficiência, atendendo com presteza as solicitações psíquicas e ou emocionais.

Comentários

Artigos Recentes

Loading...